segunda-feira, 13 de junho de 2011

Ser feliz não é pecado.


A felicidade é desprezada por muita gente.

A pessoa feliz sofre o preconceito de parecer uma pessoa vazia, sem conteúdo. No entanto, algo ela tem, senão não incomodaria tanto. Será que é porque ela nos confronta com nossa própria miséria existencial?
É irritante ver alguém naturalmente linda, rica, simpática, inteligente, culta, talentosa, apaixonada e, ainda por cima, magra! Essa ninfa nunca ouviu falar em insônia, depressão, dívidas, mousse de chocolate?

Os felizes ainda estão associados ao padrão "comercial de margarina", portanto, costumam ser idealizados - e desacreditados.

É como se fossem marcianos, só que não são verdes. Por isso, damos mais crédito aos angustiados, aos irônicos, aos pessimistas. Por não aparentarem possuir vínculo com essa tal felicidade, dão a entender que têm uma vida muito mais profunda. Você é feliz? Não espalhe, já que tanta gente se sente agredida com isso. Mas também não se culpe, porque felicidade é coisa bem diferente do que ser linda, rica, simpática e aquela coisa toda.
Felicidade, se eu não estiver muito enganada, é ter noção da precariedade da vida, é estar consciente de que nada é fácil, é tirar algum proveito do sofrimento, é não se exigir de forma desumana e, apesar (ou por causa) disso tudo, conseguir ter um prazer quase indecente em estar vivo.

O psicanalista Contardo Calligaris certa vez disse uma frase que sublinhei: "Ser feliz não é tão importante, mais vale ter uma vida interessante". Creio que ele estava rejeitando justamente esta busca pelo kit felicidade, composto de meia dúzia de realizações convencionais. Ter uma vida interessante é outra coisa: é cair e levantar, se movimentar, relacionar-se com as pessoas, não ter medo de mudanças, encarar o erro como um caminho para encontrar novas soluções, ter a cara-de-pau de se testar em outros papéis - e humildade para abandoná-los se não der certo.
Uma vida interessante é outro tipo de vida feliz: a que passou ao largo dos contos-de-fada. É o que faz você ter uma biografia com mais de 10 páginas.

Se você acredita que ser feliz compromete seu currículo de intelectual engajado, troque por outro termo, mas não cuspa neste prato. Embriague-se de satisfação íntima e justifique-se dizendo que é um louco, apenas isso. Como você sabe, os loucos sempre encontram as portas do céu abertas.
Rita Lee, que já passou por poucas e boas, mas nunca se queixou de não ter uma vida interessante, anos atrás musicou com Arnaldo Batista estes versos: "Se eles são bonitos, sou Alain Delon/ se eles são famosos/ sou Napoleão/se eles têm três carros/ eu posso voar". 

Também faço da Balada do Louco meu hino, que assim encerra: 
"Mais louco é quem me diz que não é feliz".

Eu sou feliz.

(Martha Medeiros)

20 comentários:

  1. Lindo texto e ser feliz é tudo de bom!Ótima semana!bjs,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Roberta!

    Adorei o post!

    Felicidade ... difícil encontrar, por que buscam-na em grandes conquistas e ela mora nas pequenas coisas que vivemos no dia a dia.

    Beijinhos e boa semaninha.

    ResponderExcluir
  3. Oi Roberta!

    Nova casa e nova foto? Adorei! Você é como o camaleão sempre em constante mudança. Mas sempre para melhor.:)

    Ai a felicidade! Há tanto tempo que tento alcançar mas há sempre alguma coisa ou alguém que me impede de ser plenamente feliz, mas não desisto. Enquanto há vida há esperança!

    Seja Feliz!

    Boa semana!
    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderExcluir
  4. Namastê!

    ♥ Chica, SER FELIZ É TUDO DE BOM!!!!

    ♥ Patricia, amei suas palavras:
    "Felicidade...ela mora nas pequenas coisas que vivemos no dia a dia."
    Bravoooo...

    ♥ Formiguinha, camaleão?! kkkkkk...Já fui chamada de "mutante", risos!!!
    Desistir, NUNCA, tenhamos FORÇA SEMPRE!!!


    Abraços Fraternais!!!
    Tenham uma SEMANA ABENÇOADA!!!

    ResponderExcluir
  5. Roberta querida, tudo novo por aqui!!
    Muito bonito.
    Mas esse post não vou nem comentar, vou ficar caladinha. rs
    Boa semana amiga.
    Xeros

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, Roberta!!!! Amei este texto!!! Nada de nos sentirmos culpadas pela felicidade que conquistamos!!! Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Namastê!

    Olá!!!

    ♥ Aninha, por que calar?! Seus comentários sempre serão bem vindos ao Blog Luz, eu não me importo com opiniões diferentes, estamos aqui para "ouvir também"!
    Comente amiga, fique a vontade, seus comentários acrescentam ao poster e assim conversamos, risos!!!
    Estou Sempre aberta para novas opiniões!!!


    ♥ Valéria, eu também, admiro Martha Medeiros muito!


    Beijinhos e Abraços Fraternais!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  8. Xiii amiga! Vc foi fundo neste post!

    Eu me considero uma pessoa feliz e acho na minha modésta opinião que encontrei o caminho para a tal felicidade! Cada um tem o seu!

    Eu posso "estar feliz", muitas vezes durante um dia ou uma vida,é mais uma "sensação",que posso ter,entende!?

    Para tal preciso saber o que me faz ter tal sentimento, quando como uma manga bem doce, eu me sinto feliz,quando tomo um suco de uva organico e concentrado, me sinto muito feliz, quando assisto uma comédia "daquelas", quando me deito no futon com meu maridon popstar com o mesmo cobertor,quando meu filho me beija pela manhã e diz "eu te amo", quando está chovendo muito lá fora e eu estou na minha casinha toda protegida...E por aí vai!

    São sensações de felicidade que posso ter e a soma delas, me faz uma pessoa feliz!!Só preciso descobri-las! Mas lembre-se o que me faz feliz,pode não te fazer feliz,né?!

    Muito complexo e muito simples ao mesmo tempo!...hahah... Mas eu sei que tem gente que se incomoda com o fato de eu levar a vida assim " serelepe"...Rs...Vivendo la vida louca!Sinto muito por eles mas é também uma questão que passa pela evolução espiritual e aí temos que aceitar e não deixar que os maus pensamentos nos atinjam!

    Acho que jpa está de bom tamanho, nééééé?...Rsrsr

    Bjs minha irmã!!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Roberta,
    Como sempre, ótimo post.
    A felicidade é coisa simples.
    Gostei do ponto de vista do psicanalista que você citou. Refletindo a respeito, estou a concordar que vale ter uma vida interessante. No final das contas, quem tem uma vida interessante é feliz.
    Ademais, a felicidade é um estado de espírito e ninguém deve se envergonhar de ser feliz.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Acho que vou dar continuidade a seu post no meu blog, pq ler aqui me deu pano pra manga!

    E é bem por aí, "se sentir culpado por sua felicidade" é o q mais acontece, a pessoa quando ta feliz sente as vezes tanta culpa que procura um motivo pra estar triste logo.
    Acho engraçado quando digo "estou feliz" e me perguntam porque... pra mim estar viva já é motivo suficiente pra estar feliz, se eu estiver triste sim faz sentido perguntarem o porque.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Namastê!
    Minhas irmãs queridas!!

    ♥ Paulinha, concordo com cada palavra digitada querida, o exemplo que você deu da manga docinha é realmente um momento mágico e feliz, o amor de quem amamos, hãaaaa...é uma delicia de FELICIDADE!
    Felicidade na minha opinião esta dentro de nós e sempre peço a DEUS para que eu não caia na bobeira de não perceber estes momentos...e degusta-los como uma manga bem docinha, risos!!!

    ♥ Bruxa, que alegria você por aqui!!!
    Continue o tema do poster pelos ventos do seu cantinho...estou indo agorinha por lá...rs

    ♥ Vera, Martha Medeiros é demais, seus textos são de linguagem simples e exata, adoro, traduz tudo que acho!!!


    SEJAMOS FELIZES!!!
    Abraços Fraternais para todos!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  12. Como concordo com esse texto! Uma vez li um post em que diziam que a busca pela felicidade pessoal era egoísmo. Discordei literalmente. Aliás, as pessoas mais felizes tendem inclusive a ser mais solidárias e a fazerem o bem (são as estatísticas que o comprovam).

    Beijinhos amiga

    ResponderExcluir
  13. Voltei pra responder: será um prazer ter teu céu por lá! Manda pra

    rtazza@gmail.com

    Aguardo!beijos,chica

    ResponderExcluir
  14. Oi Roberta querida, obrigada pela visita e comentarios, a vida é simples e feliz, o ser humano é que complica tudo..rsrs
    Bjs
    Alice

    ResponderExcluir
  15. Olá!!!

    ♥ Mafalda, quando estamos bem, tudo em volta melhora e fica mais bonito, quando estamos bem a relação com as pessoas é mais saudável, ACREDITO NISSO!!!

    ♥ Chica vou tirar a foto e enviar, obaaaa,rs!!!Obrigada a atenção!!!


    ♥ Alice, o ser humano é que complica, concordo!!!


    Abraços Fraternais!!!
    Muita Luz!!!

    ResponderExcluir
  16. oi Roberta, como sempre, sempre vejo eu em seus textos...

    eu sou feliz, mas sabe qndo vc sent falta de alguma coisa mas nao abe o que??

    bjo

    ResponderExcluir
  17. Oi Roberta! Seu blog é mesmo cheio de Luz.
    Obrigada Pela visita!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  18. Roberta, seu blog cada dia mais belo!
    Lindo texto da Martha M. bjs

    ResponderExcluir
  19. Por vezes, passamos demasiado tempo à "procura" da felicidade e não a vemos mesmo debaixo dos nossos olhos, no nosso dia-a-dia e no simples prazer de viver! Mais uma vez, Roberta, um post pertinente eque dá gosto em ler :)
    Beijo e boa semana

    ResponderExcluir
  20. Namastê!

    ♥ Adri minha querida, sensação ruim esta, hã!? Pesquisa, pergunte-se, acredito que você tem a resposta...
    Que os Anjos de Luz Ilumine seu caminho,SEMPRE!!
    Que Assim Seja!

    ♥ Dricka, Seja Bem Vinda ao Blog Luz, seu cantinho é muito iluminado!!!

    ♥ Cris, Obrigada querida!!!

    ♥ Maris, o simples prazer de viver, palavras sábias!!! Acredito em cada palavra digitada!!!


    Abraços Fraternais!!!
    Muita Luz!!!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!