segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Não se Critique!

"...A primeira coisa a fazer é parar com toda crítica.

Tome consciência das muitas vezes em que você se ataca de forma implacável:

“Eu sou um idiota, olha o erro que cometi, a palavra que disse ou deixei de dizer!”, “Quantos erros cometi com meus filhos!”, “Sou uma péssima profissional, sou um verdadeiro fracasso!”. É como se pegássemos um chicote para açoitar nossa própria pele, sem a menor complacência, sem nenhuma tentativa de compreensão.

Não se trata de negar realidades. Se a impulsividade prejudica você, reconheça-a como uma característica sua e procure administra-la da melhor maneira possível para aproveitar o que ela tem de positivo – demonstrações de afeto, por exemplo - e evitar manifestações que prejudiquem você.

Não vai ser fácil parar de se criticar, porque há muitos anos você faz isso, mas tudo é um processo. Comece agora, preste atenção nessa tendência e repita muitas vezes para si mesmo que não quer mais fazer isso. Quando se surpreender acusando-se em pensamentos ou em voz alta, pare imediatamente e diga algo positivo e verdadeiro a seu respeito.

As críticas, tais como são feitas, não transformam ninguém, porque são acusações que geram culpa, e não uma ajuda amorosa que provoca mudanças. Na maioria da vezes, as críticas não levam em conta quem somos e nossas possibilidades reais, mas pressupõem uma capacidade que não temos.

Se as críticas não funcionam, vamos usar outra tática. Vamos partir de um ponto fundamental aceite-se como você é, para então promover as mudanças que deseja.

Vou repetir para que você também repita: Críticas nunca mudam nada, por isso recuse-se a se criticar e aceite-se exatamente como você é, para então realizar as mudanças que deseja. Lembre-se, todo mundo muda, TODO MUNDO!

Mas quando você se critica, suas mudanças automaticamente se tornam negativas, porque não partem de um movimento que contribui para seu amor-próprio...

(...)Acredite, todos nós somos capazes de mudar, de fluir com o processo da vida. Esse é o nosso poder de cura! Ele esta na escolha dos pensamentos e das palavras que usamos, porque o pensamento é criativo, gera nossas experiências, contribui para tudo o fazemos na vida.

Procure fazer este exercícios de escolha: se você teve uma atitude impulsiva que magoou alguém, em vez de acusar-se – “-Que coisa errada eu fui fazer, não tenho jeito mesmo!” -, Rejeite esse pensamento e afirme: “ Eu sou uma pessoa impulsiva e por isso fiz aquilo que ofendeu meu amigo. Tenho que aprender com esse erro e procurar não repeti-lo..."


Livro: Aprendendo a gostar de si mesmo - Louise Hay

Pintura: John William Godward

9 comentários:

  1. E quando voce magoar algum amigo, por impulsividade, será que não é bom pedir perdão?...

    Aceitar-se é uma cura, uma grande cura interior. E nos liberta. Podemos voar, a partir daí.

    Texto maravilhoso, para um profundo mergulho interior...mergulho na existência...

    beijos com muito muito muito carinho e um dia lindo, depois de tanta festa!! ressaca brava hahhaha!!!

    ResponderExcluir
  2. uM TEXTO LINDO, INTERESSANTE E TEMOS A MANIA DE NOS CRITICAR, ACHAR DEFEITOS EM Nós...BEIJOS,CHICA

    ResponderExcluir
  3. Bom dia,Roberta!Muito bom esse texto, aliás digo mais providencial preciso aprender a me critircar menos e me aceitar mais e assim sim efetuar uma verdadeira mudança.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Ro, a auto crítica é importante para nosso crescimento, mas sempre com tudo quanto é positivo.
    Bom dia e ótimo sol...rs
    Xeros

    ResponderExcluir
  5. Já me critiquei bastante e por vezes ainda me vejo a fazê-lo mas aprendi não a não deixar que transtorne meu dia estes pensamentos.

    Aprendemos com os erros e há que crescer com eles.

    Vamos em frente... crescendo e aprendendo que a vida é isso mesmo.

    Só sabemos o que é certo porque existem os erros! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Roberta, que importantes considerações traz esse post.

    Exercícios de escolha... Mudanças...

    Como já dizia meu guru: "O homem nasceu para aprender, aprender tanto quanto a vida lhe permita." (J. Guimarães Rosa)

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. suA LINDAAA... que saqudadesss o blog ta cada vez melhor heinnn parabénss...

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que todos nós temos dificuldades de encontrar o equilíbrio nesse caso, flor : ou somos críticos demais ou permissivos demais...

    Gostei dos conselhos.

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  9. Namastê!

    ♥ Liz querida, pedir perdão é sempre válido!!Perdoar-se também!!

    ♥ Chica, mania triste, nê amiga?!

    ♥ Flor de lótus, eu também! É um exercício diário!!

    ♥ Ana Karla, auto-avaliação é importante, para que os itens sejam identificados e as mudanças aconteçam!

    ♥ An@, vamboraaaaa...

    ♥ Will, eu sou uma eterna aprendiz!!

    ♥ Lela, saudadessss...

    ♥ Luna, o equilíbrio em muitas situações é difícil! A vida ,muitas vezes nos desafia!!

    Beijinhos Iluminados!! Perseverar SEMPRE!!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!