terça-feira, 27 de novembro de 2012

Terapia para a ansiedade

"...Inquestionavelmente, todas as aflições e todos os desapontamentos que aturdem o ser humano procedem-lhe do Espírito que é, atado aos conflitos que se derivam das malogradas experiências corporais transatas.

O self, ao largo das vivências acumuladas, exterioriza as inquietações e culpas que necessitam de ser liberadas mediante a catarse pelo sofrimento reparador, a fim de harmonizar-se. Quando isso não ocorre o ego apresenta-se estremunhado, inquieto, ansioso...
A terapêutica libertadora há que iniciar-se na racionalização do tormento, trabalhando-o mediante a reflexão e a adoção do otimismo, de modo que lentamente a paciência e o equilíbrio possam instalar-se nas paisagens interiores.
Psicoterapeutas hábeis conseguirão detectar as causas atuais da ansiedade – remanescentes das causalidades anteriores – liberando, a pouco e pouco, o paciente, através da confiança que lhe infundem, encorajando-o para os cometimentos saudáveis.
Em alguns casos, quando há problemas da libido, o psicanalista poderá reconduzir o indivíduo á experiência da vida fetal, ou da perinatal, ou infantil no lar, destriçando as teias retentivas em torno da pertubação que não conseguiu digerir no período da ocorrência.
Transferindo os medos e as incertezas para o inconsciente, ei-los agora ressumando em forma de ansiedade, que poderá ser diluída após o trabalho de psicanálise nas suas origens.
O paciente, no entanto, como responsável pelo distúrbio psicológico, deve compreender a finalidade da sua atual existência corporal, instrumentalizando-se com segurança para trabalhar-se, adaptando-se ao esquema de saúde e de paz.
Nesse sentido, as leituras edificantes propiciadoras de renovação mental e emocional, as técnicas da ioga disciplinando a vontade e o sistema nervoso, constituem valiosos recursos psicoterapêuticos ao alcance de todos.
Nunca esquecer-se, igualmente, que a meditação, induzindo á calma e ao bem-estar, inspira á ação do bem, do amor, da compaixão e da caridade em relação a si mesmo e  ao próximo, haurindo alegria de viver e satisfação de autorrealizar-se, entregando se aos desígnios  Divinos, ao tempo em que realizará a tarefa de criatura lúcida e consciente das próprias responsabilidades, que descobriu o nobre sentido existencial.
A ansiedade natural, o desejo de que ocorra o que se aguarda, a normal expectativa em torno dos fenômenos existenciais compõem um quadro saudável na existência de todos os indivíduos equilibrados.
O tormento, porém, que produz distúrbios generalizados, tais: sudorese abundante, colapso periférico, arritmia cardíaca, inquietação exagerada, receio de insucesso, produz o estado patológico, que pode ser superado com o auxílio do especialista em psicoterapia e o desejo pessoal realizado com empenho para consegui-lo.
As aflições defluentes da ansiedade podem ser erradicadas, portanto, graças aos cuidados especializados, adicionados á aplicação da bioenergia por meio dos passes e da água fluidificada que restauram o campo vibratório e revitalizam as células. Outrossim, o hábito da oração e o cultivo dos pensamentos dignificadores são o coroamento do processo curativo para o encontro da saúde e da paz.
Jesus, o psicoterapeuta por excelência, asseverou, no Sermão da Montanha, (MT.5-4): Bem Aventurados os que choram – recuperando-se das culpas e das mazelas – porque serão consolados..."

Livro: Conflitos Existenciais – Divaldo Franco, ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis - Página 92 á 94 

5 comentários:

  1. Aprecio as postagens com dicas de leitura. Valeu Ro!

    Bj. menina linda!


    '...pensamentos dignificadores são o coroamento do processo curativo para o encontro da saúde e da paz.'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Dia, Val!!!
      Livro nota 1000, adorei!!!

      Paz e Luz!!!

      Excluir
  2. Nunca duvidei que algumas leituras são fontes que descobrimos dentro de nós e que além de saciar algumas sedes, purificam-nos...

    Respeitoso abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito das mensagens de Joana de Ângelis, são irretocáveis.
    Linda postagem.
    Paz e luz,
    Élys.

    ResponderExcluir
  4. Namastê!!!
    Amiga demorei mas cheguei! Bons ventos me trouxeram...
    Que bom te ver no blog, me deixa muito feliz.
    Adorei este texto e este livro tbm. Bom para a gente elevar um pouquinho nosso andamento como espíritos em evolução que somos.
    E ansiosa? Estou sim, na espera de Thiago...
    Obrigada por seu carinho de sempre
    Bons sonhos, beijos
    Andreza Castela

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!